Assistência Social

Sorteio de moradias do empreendimento Joanópolis-D ocorre no dia 31 de julho

29/07/2020

Devido às medidas de contingência do coronavírus, o sorteio será transmitido ao vivo, sem a presença das famílias inscritas

A CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano do Estado de São Paulo) em parceria com a Prefeitura de Joanópolis comunica que o sorteio das 135 moradias populares do empreendimento habitacional Joanópolis-D será realizado no dia 31 de julho de 2020, às 09h, na sede da CDHU, na Rua Boa Vista, 170, em São Paulo, e transmitido ao vivo pelo Facebook, nas páginas da Secretaria de Estado de Habitação e da CDHU e, eventualmente, em outras redes sociais ou plataformas de compartilhamento de vídeos que podem ser conferidas no Edital de Sorteio disponível no site oficial da Prefeitura (www.joanopolis.sp.gov.br). O sorteio será realizado conforme as orientações do Centro de Contingência do Coronavírus do Estado para evitar aglomerações, por isso não será possível reunir as famílias inscritas.

Segundo a CDHU, todos os procedimentos de segurança e transparência serão adotados para permitir igualdade de direitos a todos os inscritos com Auditoria da Empresa Reis Assessoria Empresarial Limitada. A relação de todas as famílias inscritas está disponível para consulta no site da Prefeitura de Joanópolis e da CDHU (www.cdhu.sp.gov.br). O resultado do sorteio, com a ordem de classificação dos inscritos por grupo, será divulgado nos meios de comunicação disponíveis e publicado no site da CDHU e no aplicativo Kaizala. Também estará disponível no site da CDHU a gravação do sorteio eletrônico realizado para quem não pode participar ao vivo. Considerando que o sorteio será transmitido ao vivo, em caso de problemas alheios, como por exemplo oscilação ou interrupção dos serviços de energia elétrica, internet ou outros, o sorteio será suspenso e realizado em nova data a ser previamente divulgada.

O sorteio conta com um total de 1.409 inscritos em Joanópolis, sendo 1.190 de demanda geral, 125 idosos, 90 pessoas com deficiência e 4 policiais e agentes penitenciários. Com relação à distribuição de moradias, serão 116 para a demanda geral, 5 para idosos, 10 para pessoas com deficiência e 4 para policiais e agentes penitenciários. Os policiais e agentes penitenciários não participarão do sorteio. Os inscritos foram classificados, conforme determina a legislação, pelo tempo de lotação no município. A convocação para habilitação será realizada pela CAIXA, ou outro ente por esta indicada, e se dará de acordo com a ordem de classificação no sorteio eletrônico, até o limite de moradias destinados a cada grupo. Os demais classificados formarão uma lista de espera de atendimento e serão chamados de acordo com a ordem de sorteio e grupo, em caso de desistência, desclassificação ou exclusão dos sorteados anteriores.

As moradias do empreendimento Joanópolis-D  serão construídas por intermédio de Programas Habitacionais do Governo Federal e Operações de financiamento com Recursos do FGTS e SBPE, com financiamento pela Caixa Econômica Federal – CAIXA. Por meio de convênio celebrado entre a CDHU e a CAIXA, o Governo do Estado firmou parceria com o Governo Federal para a viabilização de novas moradias no Estado Paulista. A parceria é executada pela Secretaria Estadual da Habitação, CDHU e pela Caixa Econômica Federal – CAIXA, agente financeiro executor. A conquista em Joanópolis é decorrente de várias solicitações do Poder Executivo, que solicitou agilidade desde o início do processo às autoridades competentes. O deputado estadual Edmir Chedid também participou de todas as etapas, agendou as reuniões e defendeu junto ao Governo do Estado a ampliação do benefício para Joanópolis.

O período de inscrição para os interessados no município ocorreu entre 11 e 16 de março pelo aplicativo KAIZALA (para Iphone ou Android) e pelo site oficial da CDHU. Durante os seis dias, a Prefeitura prestou apoio e orientação à população com técnicos e colaboradores que atenderam através da Central de Atendimento no Ginásio Poliesportivo Ayrton Senna. No ato da inscrição, o interessado deveria informar os dados pessoais e atender critérios exigidos pela CDHU, o Município e a CAIXA.  Com um investimento total de R$ 13,5 milhões, o conjunto habitacional será construído numa área com 56 mil m² doada pela Prefeitura no Jardim Santo Amaro II, no bairro dos Pintos. As casas irão contar com dois quartos, sala, cozinha, banheiro e área de serviço.